Root para android

De Peotta-Wiki
Ir para: navegação, pesquisa

Existem diversas vantagens e desvantagens em ser um superusuário no sistema Android. Neste artigo, será apresentado algumas técnicas, que devem ser usadas exclusivamente para análise forense em dispositivos Androids, tornando o trabalho de perícia mais produtivo e com resultados eficientes.

Conteúdo

Ferramentas

É importante saber que existem riscos nesse procedimento, inclusive de que as coisas deem errado e o aparelho seja perdido, mas isso é considerado um risco pequeno. No caso da perícia, executar root deve ser um passo depois de todos, ou seja, todas as técnicas de obtenção dos dados devem ter sido feitas antes. Alguns aplicativos tornam o root necessário, como na análise de trilhas do facebook, em que os dados estão protegidos dentro do diretório /data.

Lista de algumas ferramentas disponíveis:

Executando root

Antes de qualquer coisa algumas variáveis devem estar definidas e disponíveis:

  1. O smartphone deve estar sem bloqueio de senha;
  2. Não é necessário ter o sim card no dispositivo;
  3. O drive do modelo do smartphone deve estar corretamente instalado no computador do analista;
  4. Em alguns casos é importante que o cartão de memória seja retirado e inserido outro cartão limpo, sem nenhuma informação.

Alguns passos devem ser executados:

  1. Habilitar o modo depuração de USB;
  2. Habilitar o modo fontes desconhecidas.
Tela configuração
Configurações -> Aplicações -> Desenvolvimento -> Depuração de USB

Verificando dispositivos

Caso o dispositivo esteja instalado corretamente irá aparecer a seguinte informação:

C:\Android\sdk\plataform-tools>adb.exe devices
List of devices attached
10005f51efe9    device

Comandos para superusuário

Baixe alguma das ferramentas listadas neste artigo e sigo os passos:

Passo 1

adb shell mv /data/local/tmp /data/local/tmp.bak
adb shell ln -s /data /data/local/tmp
adb reboot

Passo 2

adb shell rm /data/local.prop > nul
adb shell "echo \"ro.kernel.qemu=1\" > /data/local.prop"
adb reboot

Passo 3

adb remount
adb push files\su /system/xbin/su
adb shell chown 0.0 /system/xbin/su
adb shell chmod 06755 /system/xbin/su

Passo 3

adb shell rm /data/local.prop
adb shell rm /data/local/tmp
adb shell mv /data/local/tmp.bak /data/local/tmp
echo Installing superuser...
adb push files\superuser.apk /system/app/superuser.apk
adb reboot

Executando root para LG P 500

O smartphone LG-P500h-v20b possui a versão 2.3.3 do Android. O processo de root é muito mais simples nesse dispositivo, não sendo necessário instalar nenhum aplicativo.

Verificando se o dispositivo está corretamente conectado

adb devices
List of devices attached
80A354046040067006     device

Verifique qual é o usuário

adb shell
$ id                                                                                                                                                                                          
id
uid=2000(shell) gid=2000(shell) groups=1003(graphics),1004(input),1007(log),1009(mount),1011(adb),1015(sdcard_rw),3001(net_bt_admin),3002(net_bt),3003(inet)
$

Execute o seguinte comando

adb shell
$ echo 1 > /data/local/lge_adb.conf
echo 1 > /data/local/lge_adb.conf
$

Reboot o dispositivo

adb reboot

Verifique se o root teve sucesso

adb shell
# id                                                                                                                                                                                           Aid
uid=0(root) gid=0(root)
#
Ferramentas pessoais
Espaços nominais

Variantes
Ações
Navegação
Ferramentas